A rede que se tece

Itinerário

O projeto da Rede Global Marista de Escolas foi uma das respostas ao apelo do XXII Capítulo Geral, que está sendo conduzido pelo Conselho Geral, por meio do Secretariado de Educação e Evangelização.

Desde o início, era o desejo de se desenvolver a iniciativa de forma colaborativa e, por isso, segue um processo muito participativo, em que a rede se tece a partir da contribuição de todos os envolvidos na comunidade educativa marista. Nesse momento, os elementos essenciais para a rede global que se pode destacar, a partir dos sonhos projetados por aqueles que participaram da primeira fase cocriativa, são:

  • Tece-se sendo fiel a sua natureza: fraterna, evangelizadora, colocando no centro a pessoa, especialmente os mais vulneráveis.
  • Valoriza a diversidade na unidade, modelando a unidade em meio à diversidade, sem deixar ninguém para trás, enfrentando as crises de forma diferente, regional, global, não apenas provincial.
  • É construída a partir da participação, do diálogo, da partilha, da solidariedade, envolvendo todos os atores da educação (Professores, crianças, famílias…)
  • Vigorosa, inspiradora, inovadora.
  • Permite estarmos conectados, compartilhar, crescer e aprender. É uma rede próxima, conectadaglobal, tecnológica, inovadora, com impacto e que chega até a quem não tem internet.
  • Baseia-se nas relações e as constrói, estabelecendo alianças com entidades importantes em relação à educação, compartilhando recursospromovendo o intercâmbio de professores e estudantes entre as nossas instituições.
  • Tem impacto na sociedade e em suas comunidades, superando fronteiras, contagiando vida, espírito marista e solidariedade. Constrói a excelência educativa oferecida em todas as escolas, independentemente de seu nível.

Rede se está criando entre as várias esferas do Instituto. As próximas fases continuarão ajudando a concretizar a forma que terão os anéis que estão sendo projetados.

Atualmente, com a contribuição de todos, já apareceram várias áreas onde se vislumbram oportunidades:

Qualidade educativa – conexão – intercâmbio – inovação – tecnologia – evangelização – transformação social.

Estas áreas nos ajudarão a reunir uma grande quantidade de propostas de ação que nascem do trabalho colaborativo e que serão, em seguida, realizadas.